Biden y la futura política de Estados Unidos hacia Cuba, Por Jorge Hernández Fonseca

Vivimos en EUA aquellos millones de cubano-americanos tomados como ejemplo por el ...

A los pies del Cristo Redentor, Brasil comenzó la campaña de vacunación contra el coronavirus

El gobierno de Brasil adelantó para este lunes el lanzamiento de su ...

El régimen de Maduro emitió una orden de captura contra dos directivos de Citgo designados por Guaid

El régimen de Nicolás Maduro emitió una orden de captura contra dos ...

Cuáles son los principales objetivos de Joe Biden para los primeros 100 días de su presidencia

A dos días de que Joe Biden tome posesión como presidente de ...

Butantan pede à China agilidade na liberação de insumos para novas doses da CoronaVac

O Instituto Butantan pediu ao governo chinês agilidade na liberação de insumos ...

Notícias: Brasil
Maradona se despide de la Copa PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Domingo, 04 de Julio de 2010 13:38

04/07/2010 06h40 - Atualizado em 04/07/2010 08h43

Maradona discute com torcedores alemães após a queda da Argentina

Dalma, uma das filhas do 'Pibe', interveio para acalmá-lo e tirá-lo do estádio

Por Agências de notícias Joanesburgo, África do Sul

O técnico Diego Maradona discutiu com um grupo de torcedores alemães no final do jogo da Cidade do Cabo, no qual a Argentina foi goleada pela Alemanha por 4 a 0 e eliminada nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul.

Os alemães, que estavam muito perto do banco, se dirigiram ao técnico, que passava junto a eles, com gritos de 'Bye, Maradona' e ele replicou no mesmo tom. Alguns aproveitaram a ocasião para tirar fotos em primeiro plano de um Maradona indignado, que fazia gestos de se atirar contra eles, segundo imagens do incidente publicadas hoje.

 
Mesa Redonda com Jorge H. Fonseca PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Sábado, 17 de Abril de 2010 12:32
SEM CENSURA PARÁ
Mesa de debates da TV Cultura do Estado do Pará, da Terça Feira 6 de Abril de 2010, onde o diretor de Cuba Libre Digital, Jorge Hernández Fonseca, expóe os pontos de vistas opositores ao regime de Fidel Castro, asociados à rica blogosfera cubana.
O programa tratou 3 temas diferentes: O primeiro tema é "turismo sexual"; o segundo tema é a "liberdade na blogosfera: O caso cubano"; e o treceiro tema é a prescência em Belém, da cantante paraense, Claudia Cunha, que atúa na Bahia.
Para o tema cubano, o leitor deve deixar "rolar" o primeiro tema do video embaixo, e o segundo participante, nosso diretor, falará sobre a realidade da ilha.
INÍCIO >> VÍDEOS CULTURA >> VíDEOS
2010-04-08 14:53:55

Sem Censura Pará do dia 06.04.2010


Link
Player

Última actualización el Miércoles, 21 de Abril de 2010 12:17
 
Brasil organiza Cúpula do BRIC PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Jueves, 15 de Abril de 2010 11:16

O governo brasileiro quer que os quatro maiores países emergentes da atualidade – Brasil, Rússia, Índia e China – atuem com “mais empenho e união” em prol de uma reforma do sistema financeiro internacional.

Segundo um representante do Itamaraty, esta deve ser a principal mensagem do Brasil durante a 2ª cúpula de chefes de Estado dos Brics, nesta sexta-feira, em Brasília.

“O pior da crise econômica já passou, mas não podemos perder o momento para avançar nesse debate”, diz a fonte.

A avaliação é de que Brasil, Índia, Rússia e China têm peso econômico suficiente para “forçar” uma reforma em instituições como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial, mas que, para isso, precisam de “coordenação, de empenho”.

O subsecretário de Assuntos Políticos do Itamaraty, embaixador Roberto Jaguaribe, disse que existe uma “pressão crescente” na esfera internacional de que a reforma do sistema “não seja necessária”.

“Temos uma preocupação em levar adiante as reformas necessárias para evitar que a crise se repita. Precisamos consolidar esse processo, porque alguns países já estão achando que (as reformas) não sejam importantes”, disse o embaixador.

Citando estimativa do Fundo Monetário Internacional, Jaguaribe disse que os Brics serão responsável por 61% do crescimento econômico mundial, no período de 2008 a 2014.

A sigla Bric foi criada em 2001 pelo banco de investimentos Goldman Sachs, em um artigo sobre as potências econômicas do futuro, e acabou sendo abraçada pela diplomacia dos quatro países.

Moeda

Sobre a discussão quanto a uma moeda que sirva de alternativa ao dólar, Jaguaribe disse que o assunto continua sendo analisado pelos quatro países, mas “ainda em nível técnico”.

O tema dominou a 1ª cúpula dos Brics, em junho passado, depois que o governo chinês apontou a “primazia” do dólar americano como um dos responsáveis pela disseminação da crise.

De acordo com Jaguaribe, os quatro emergentes têm “fortíssimo interesse” na manutenção do equilíbrio na área financeira, mas que a discussão sobre uma nova moeda será feita “sem pressa”.

Segundo o embaixador, os representantes dos Brics estão preocupados em promover uma substituição do dólar que seja “imperceptível” e “sem especulação”.

“Inventar jogadas que vão gerar marolas não faz parte dos planos de nenhum dos países envolvidos”, disse Jaguaribe. “Não estamos pensando em uma mudança rápida”, acrescentou.

O assunto, segundo ele, não será incluído na pauta formal de debate dos chefes de Estado, estando restrito a um seminário, promovido pelo Banco Central do Brasil, com técnicos das instituições dos quatro países.

‘Ponto forte’

Segundo o Itamaraty, o “ponto forte” da coordenação entre os Brics têm sido as áreas financeiras e econômica, com conversas “frequentes” entre Bancos Centrais e Ministérios da Fazenda dos quatro emergentes. “E a expectativa é de que o foco siga sendo esse”, disse uma fonte do Ministério.

Por sugestão do Brasil, a reunião de chefes de Estado será precedida por uma série de eventos paralelos. Além de empresários dos quatros países, também vão se encontrar representantes dos respectivos bancos de desenvolvimento e de bancos comerciais.

Uma fonte do Ministério da Fazenda disse à BBC Brasil diz que o governo brasileiro, principalmente, sente-se “incomodado” com a “ausência” de bandeiras de bancos brasileiros em outros países em desenvolvimento.

“Estamos discutindo com nossos pares nos outros três países uma forma de estimular a presença dessas instituições nesses países, o que facilitaria em muito o comércio”, diz o representante da área econômica.

A avaliação do governo brasileiro é de que as instituições brasileiras, apesar de fortes no mercado nacional, não estão acompanhando a “nova dinâmica das relações comerciais entre os países do Sul”.

Política

Se no campo econômico a discurso do governo brasileiro é de que os Brics “já mostram avanços”, quando o assunto é a atuação política, a avaliação é de que o grupo deixa a desejar.

Assuntos como a reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas, a política nuclear internacional e as mudanças climáticas ainda não são tratados com frequência entre os quatro emergentes.

Na avaliação de Jaguaribe, os Brics se destacam pelos trabalhos na área econômico-financeira, mas “sem uma mudança equivalente no âmbito político-estratégico”.

“Existe aí um espaço, onde nós batalhamos para que haja uma evolução compatível com as demandas e a expansão dos atores relevantes do mundo”, diz o embaixador.

Temas como o programa nuclear iraniano e um possível acordo climático serão discutidos em encontros “privados” entre os chefes de Estado, ou seja, não fazem parte da pauta formal da cúpula.

IBAS

Nesta quinta-feira, o Brasil sedia uma outra cúpula de chefes de Estado, no âmbito do IBAS – grupo formado por Índia, Brasil e África do Sul.

Esse é o quarto encontro desde que o grupo foi criado, em 2003, com o objetivo de unir os países do Sul em contraposição aos países ricos do Ocidente, representados principalmente pelo G8.

Entre os destaques da cúpula está um encontro com o chanceler palestino, Riad Malik, que será recebido em Brasília para discutir o processo de paz no Oriente Médio.

Segundo Jaguaribe, o encontro foi pedido pelos próprios palestinos, que segundo o embaixador, veem no IBAS uma instância “imparcial”, capaz de contribuir nas conversas com Israel.

 
Maradona se despide de la Copa PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Domingo, 04 de Julio de 2010 13:36

Por Agências de notícias Joanesburgo, África do Sul

O técnico Diego Maradona discutiu com um grupo de torcedores alemães no final do jogo da Cidade do Cabo, no qual a Argentina foi goleada pela Alemanha por 4 a 0 e eliminada nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul.

Os alemães, que estavam muito perto do banco, se dirigiram ao técnico, que passava junto a eles, com gritos de 'Bye, Maradona' e ele replicou no mesmo tom. Alguns aproveitaram a ocasião para tirar fotos em primeiro plano de um Maradona indignado, que fazia gestos de se atirar contra eles, segundo imagens do incidente publicadas hoje.

 
Veja um tornado bem de perto PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Domingo, 06 de Junio de 2010 12:53

Veja vídeo que caçador de tornados filmou perto de tempestade nos EUA

DA BBC BRASIL

O caçador de tornados Andy Gabrielson filmou um tornado no Estado americano do Colorado. Ele chegou a apenas 45 metros de distância do tornado.

 

O caçador de tornados Andy Gabrielson filmou um tornado no Estado americano do Colorado.

Ele chegou a apenas 45 metros de distância do tornado.

Gabrielson capturou as imagens durante uma tempestade de três horas de duração na segunda-feira.

A tempestade, em Baça County, no Colorado, havia gerado alertas de tornados na região, o que acabou se concretizando.

Não há relatos de feridos por causa do fenômeno, que derrubou postes de eletricidade e chuva de granizo do tamanho de bolas de tênis.

Última actualización el Domingo, 06 de Junio de 2010 12:58
 
«InicioPrev841842843844845846847848849850PróximoFin»

Página 846 de 852