La dictadura cubana presenta en televisión a los presuntos "Clandestinos" y dice que EEUU les pagó

El régimen cubano presentó en televisión a los presuntos autores de los ...

El optimismo económico en Brasil aumenta la popularidad de Bolsonaro

La popularidad del presidente de Brasil, Jair Bolsonaro, aumentó a principios de ...

Comienza el Encuentro de movimientos políticos y sociales del Foro de Sao Paulo en Caracas

Este miércoles, comienza el Encuentro mundial de movimientos políticos, liderazgos y movimientos ...

La Unión Europea le expresó su apoyo a Juan Guaidó y pidió elecciones transparentes en Venezuela

La Unión Europea (UE) expresó este miércoles su “firme apoyo” al opositor ...

Reino Unido quer acordo de livre comércio urgente com o Brasil, diz Guedes

DAVOS - O Reino Unido tem interesse em iniciar negociações para um ...

Notícias: Brasil
Estados Unidos e Cuba retomarão "diálogo migratório" em julho PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Jueves, 20 de Junio de 2013 08:57

Estados Unidos e Cuba retomarão no próximo dia 17 de julho um diálogo sobre migração que permanecia estagnado há mais de dois anos, em uma segunda aproximação após as conversas bilaterais sobre o reatamento dos serviços de correio direto que concluíram nesta quarta-feira em Washington.

Infolatam/EFE

Segundo informaram hoje fontes do Departamento de Estado, representantes dessa agência se reunirão em Washington com funcionários cubanos no dia 17 de julho ”para conversar sobre assuntos migratórios entre Cuba e EUA”.

 
Dilma considera manifestações “legítimas” e Lula pede 'negociação' PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Martes, 18 de Junio de 2013 08:46

A presidente Dilma Rousseff qualificou como “legítimas” as manifestações que reuniram milhares de pessoas em diferentes cidades do país para protestar contra o aumento das tarifas de transporte público e os investimentos feitos pelo governo para organizar grandes eventos esportivos.

“A presidente Dilma Rousseff considera que as manifestações pacíficas são legítimas e próprias da democracia”, afirmou a ministra da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Helena Chagas.

 
Protestos sociais e vaias aos governantes marcam abertura da Copa das Confederações PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Domingo, 16 de Junio de 2013 09:33

Além das vaias destinadas à presidente Dilma Rousseff e ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, durante a cerimônia inaugural, a abertura da Copa das Confederações foi marcada por protestos e confrontos entre manifestantes e policiais em torno do Estádio Nacional Mané Garrincha, onde o Brasil estreou neste sábado com uma vitória de 3 a 0 sobre a seleção japonesa.

A manifestação nos arredores do estádio nacional de Brasília, que protestava principalmente contra os excessivos gastos em torno da competição organizada pela Fifa, contou com a participação de 1,2 mil pessoas e deixou pelo menos 27 feridos, além de outros 16 detidos.

Última actualización el Domingo, 16 de Junio de 2013 09:42
 
Saques e chamas em novo protesto acirram tensão em São Paulo PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Miércoles, 19 de Junio de 2013 08:57

A onda de protestos que tomou conta das ruas de cidades brasileiras espalhadas por todas as regiões do país registrou um novo capítulo na noite de terça-feira, quando novas manifestações foram realizadas em pelo menos 12 Estados.

Apesar da atmosfera de paz durante a maior parte do tempo, novas cenas de depredação e confrontos acirraram a tensão em São Paulo.

 
Cuba e Suas Reformas: Um Processo Muito Lento e Complicado PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Lunes, 17 de Junio de 2013 09:04

Se algo está claro para Raúl Castro e os seus é que sem um processo de reformas profundas, muitas das quais implicam grandes sacrifícios para a população, Cuba não tem futuro. O modelo de país que Fidel Castro tentou construir mostrou rotundamente seu fracasso.

Depois do desaparecimento da União Soviética, boa parte dos problemas englobados no que se chamou período especial ainda são sentidos. E hoje, salvo os defensores da ortodoxia perdida e aqueles setores da burocracia que continuam tirando partido dos restos do naufrágio, são poucos os que não estão convencidos da necessidade peremptória da maior parte das mudanças anunciadas.

 
«InicioPrev12345678910PróximoFin»

Página 9 de 800