Decomisan en Panamá cargamento de cocaína en un contenedor procedente de Cuba

Unidades del Servicio Nacional Aeronaval (Senan) de Panamá decomisaron un cargamento de ...

Cristina Kirchner sorprende y se lanza como candidata, pero de viceporesidenta, con Alberto Fernánde

Cristina Kirchner anunció este sábado a través de un video que se ...

Maduro dice que en Noruega hay reuniones para buscar diálogos

El presidente de Venezuela, Nicolás Maduro, confirmó este viernes que su gobierno ...

Tensión con Irán El portaaviones de Estados Unidos en el Golfo despierta recuerdos dolorosos en Ira

"¿Habrá guerra?". En plena escalada de la tensión entre Teherán y Washington, ...

BOLSONARO DIVULGA TEXTO GRAVE EM QUE INSINUA RENÚNCIA OU GOLPE

Jair Bolsonaro distribuiu na manhã desta sexta-feira em grupos de WhatsApp um ...

Notícias: Brasil
Cúpula da ALBA em Havana, Cuba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fuente indicada en la materia   
Domingo, 13 de Diciembre de 2009 11:14
CÚPULA DE 5º ANIVERSÁRIO DA ALBA EN HAVANA ANALISA ADOÇÃO DE MOEDA ÚNICA

HAVANA, 11 DEZ (ANSA) - A 8ª Cúpula da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba) teve início hoje com uma reunião de especialistas dos nove países-membros, que analisarão a adoção do Sistema Único de Compensação Regional (Sucre) como moeda oficial no comércio interno.


Chamado de moeda virtual, o Sucre teria a função de substituir o dólar nas transações entre os países da Alba, mas não seria usado popularmente. De acordo com a resolução da Cúpula da Alba de Cochabamba, na Bolívia, o novo modelo deve ser adotado já a partir de 2010.

Hoje a reunião da Alba se restringe a especialistas e encarregados de diversos ministérios dos países-membros. A partir de amanhã, encontram-se também os chanceleres e, nos dias 13 e 14, a Cúpula de 5º aniversário da instituição terá a presença dos chefes de Estado e de governo.

Em Havana, será apresentado um projeto preliminar do Tratado de Comércio dos Povos, cuja elaboração foi aprovada também na Cúpula de Cochabamba. O documento visa definir a arquitetura comercial de complementação produtiva, cooperação e investimentos.

A reunião da Alba também terá o objetivo de debater assuntos como a soberania alimentar e as mudanças climáticas, além de revisar o andamento dos programas sociais definidos em cúpulas anteriores.

Até o momento, já confirmaram sua presença na cúpula os presidentes Evo Morales, da Bolívia, e Hugo Chávez, da Venezuela, enquanto Rafael Correa, do Equador, ainda não informou se irá a Havana.

O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, revelou que o mandatário deposto de Honduras, Manuel Zelaya, que está abrigado na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, tem a intenção de participar da cúpula.

Fundada no dia 14 de dezembro de 2004, a Alba é integrada atualmente por Cuba, Venezuela, Bolívia, Equador, Honduras, Dominica, Antígua e Barbudas, Nicarágua e São Vicente e Granadinas.     A instituição foi criada pelo então presidente de Cuba, Fidel Castro, e por Chávez. Poucos meses depois recebeu a incorporação da Bolívia, governada por Morales. Os demais membros passaram a integrar a Alba a partir de 2007. (ANSA)

11/12/2009 15:24

Última actualización el Domingo, 13 de Diciembre de 2009 11:18
 
Serviço anônimo de SMS envia para cubanos notícias do exílio PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fuente indicada en la materia   
Domingo, 08 de Noviembre de 2009 15:54

da Efe, em Havana

Um novo serviço de envio de mensagens de texto (SMS) chamado Granpa foi lançado com franquia aberta para os cubanos que desejem receber nos seus celulares notícias sobre a ilha publicadas em sites do exílio. Em seu site, Granpa oferece assinaturas gratuitas para receber "notícias relacionadas com Cuba, exclusivo para cubanos" que moram na ilha.

O portal, que não indica quais são os patrocinadores do serviço, afirma que o Granpa tem capacidade para enviar "no máximo cinco manchetes ao dia" e aceita doações para informar "melhor" os cubanos.

A blogueira cubana Yoani Sánchez, que comemorou a existência do serviço em seu blog "Generación Y", disse neste sábado à agência Efe que começou a receber manchetes em seu celular sem indicação de onde vinham, mas, há uma semana e meia, os responsáveis se anunciam como Granpa.

"Começaram a chegar sem que eu assinasse. Depois fui ao endereço web. Eu conheço gente muito diferente que os recebe, alguns foram assinados e com outros aconteceu o mesmo que comigo", afirmou Sánchez.

As manchetes são selecionadas dentre as notícias publicadas pelo jornal "El Nuevo Herald", de Miami (Estados Unidos), pelo blog "Penúltimos días", criado por exilados cubanos, e pelo site "Cubaencuentro", um dos bloqueados pelos servidores da ilha.

Em 2008, o governo de Havana autorizou os cubanos a ativar linhas de telefonia celular, até então só permitido a estrangeiros, companhias e instituições do Estado.

Última actualización el Domingo, 08 de Noviembre de 2009 15:55
 
Cuba inicia maiores exercícios militares dos últimos anos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Fuente indicada en la materia   
Sábado, 28 de Noviembre de 2009 14:06

Cuba iniciou suas maiores manobras militares em cinco anos nesta quinta-feira (26), sob o argumento de que eles são necessários para preparar o país a uma possível invasão pelos Estados Unidos.

Apesar de um descongelamento nas relações entre Estados Unidos e Cuba e de garantias do presidente americano, Barack Obama, de que os Estados Unidos não têm intenção de invadir a ilha, localizada a 145 km da Flórida, a imprensa estatal cubana citou os líderes militares que afirmaram que existe uma "possibilidade real de uma agressão militar contra Cuba".

O exercício, intitulado Bastión 2009, também preparará os militares para lidarem com tensões sociais que os EUA possam tentar fomentar em um momento de crise econômica em Cuba, antes da invasão, afirmam.

Estes exercícios de manobras bélicas, que durarão três dias e abrangem toda a ilha, são uma "necessidade de primeira ordem", pois persiste a "confronto entre Cuba e o império", afirmou o presidente Raúl Castro, na TV estatal.

IMÁGEM DA MANOBRA MILITAR

A TV mostrou imagens de tanques disparando enquanto andavam pela zona rural do país, baterias de artilharia explodindo, tropas camufladas cavando trincheiras e disparando bazucas, helicópteros e caças voando pelos céus e equipes de resgate simulando o tratamento de combatentes feridos.

Não estava claro se as imagens eram das manobras realizadas nesta quinta-feira ou se eram imagens de arquivo de manobras anteriores. O local dos exercícios também não foi revelado.

"O objetivo é nunca se render, nunca parar de lutar", disse Raúl em reunião com militares. Castro pediu "lutar sem descanso até a vitória definitiva, por mais difíceis que possam ser as circunstâncias", e disse que "se perde o contato com o comando superior, cada um tem que se transformar em comandante, seja general, sargento ou soldado".

Embora haja gestos de aproximação entre os países desde que Obama chegou à Casa Branca, em janeiro passado, Havana e Washington seguem sem relações diplomáticas, a retórica de enfrentamento não diminui e se mantém o bloqueio econômico americano que rege há meio século.

Segundo a imprensa oficial, Raúl Castro, que sucedeu a seu convalescente irmão mais velho, Fidel, recebeu nesta quinta-feira os relatórios de chefes de seus Exércitos na primeira jornada da manobra bélica, que procura preparar à ilha para uma "agressão militar de grande escala". "Nunca deixar de lutar em qualquer situação, embora não tenhamos informação. Combater e combater até esgotar ao inimigo e derrotá-lo", pediu o presidente.

De acordo com o segundo chefe do Estado-Maior Geral das Forças Armadas de Cuba, general de divisão Leonardo Andolfo, o exercício aumenta a "capacidade dissuasiva" da ilha para evitar um confronto militar, porque "não há melhor maneira de ganhar uma guerra que a evitando".

Última actualización el Sábado, 28 de Noviembre de 2009 14:18
 
«InicioPrev761762763PróximoFin»

Página 763 de 763