Díaz-Canel, ajustado al guión en Nueva York

El presidente de los Consejos de Estado y de Ministros de Cuba, ...

Iván Duque aboga por eliminar 'toda forma de dictadura' y 'eso envuelve a Cuba'

El presidente de Colombia, Iván Duque, dijo este lunes en Nueva York ser un promotor ...

Por 'motivos de seguridad', Maduro todavía no decidió si asistirá a la ONU

El presidente de Venezuela, Nicolás Maduro, sigue estudiando si asistirá o no a la Asamblea ...

Cuba, Venezuela y Nicaragua bajo la lupa tanto en ONU como en el Senado de EEUU

En la tarde de este martes se presentará un proyecto de ley pa...

Pesquisa Ibope para presidente: Bolsonaro, 28%; Haddad, 22%; Ciro, 11%; Alckmin, 8%; Marina, 5%

O Ibope divulgou nesta segunda-feira (24) o resultado da mais recente pesquisa ...

Notícias: Brasil
Um ano da morte de Orlando Zapata Tamayo por greve de fome em Cuba PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Jueves, 24 de Febrero de 2011 10:57

 

O jornal 'El Nuevo Herald' recorda o dissidente cubano cuja morte, por greve de fome, desencadeou o protesto que levou à libertação dos presos políticos

"Ninguém deve deixar passar esta data, porque não é fácil encontrar um mártir em pleno século XXI", disse o dissidente Guillermo Fariñas, que começou uma greve de fome no dia seguinte à morte de Zapata.

Zapata morreu faz amanhã um ano, depois de 83 dias em greve de fome. Os opositores do regime dos Castro querem assinalar a data, mas fontes citadas pelo 'El Nuevo Herald' acredita que as autoridades cubanas procedam a dezenas de detenções para evitar grandes reuniões. O jornal de Miami, casa de muitos opositores cubanos, fala de uma "tensa calma" em Cuba.

A morte de Zapata desencadeou o protesto de Fariñas, acabando o Governo cubano por ceder à pressão e negociar com a Igreja cubana a libertação dos presos políticos. Mais de 70 já estão em liberdade.

Última actualización el Jueves, 24 de Febrero de 2011 11:05
 
Universitários fazem greve de fome na Venezuela em protesto contra tratamento a oposicionistas PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Sábado, 19 de Febrero de 2011 12:19

Brasília - Em protesto ao tratamento dispensado pelo governo do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, aos oposicionistas, 25 estudantes universitários fazem greve de fome no país – 19 lideram manifestações na capital e mais seis, no interior do país. Do grupo, 13 estão sem comer há duas semanas. Os jovens protestam em frente à sede da Organização de Estados Americanos (OEA), em Caracas, e aos prédios das embaixadas do Chile e da Costa Rica, na capital venezuelana.

“Completamos duas semanas sem comer, são mais de 300 horas, e decidimos ampliar o protesto com greves de fome com três jovens ficando em frente à Embaixada do Chile e outros três em frente à Embaixada da Costa Rica”, disse o líder do grupo, Lorent Saleh.

Os grevistas fazem parte do movimento Juventude Ativa Venezuela Unida e pedem a libertação de 27 pessoas que dizem ter sido presas por motivos políticos. O grupo exige ainda que que seja reconhecida a imunidade parlamentar dos deputados eleitos Biagio Piglieri e José Sánchez, que foram impedidos de tomar posse.

Piglieri, segundo as autoridades venezuelanas, é acusado de corrupção e detido em casa. Sánchez também foi denunciada pelo mesmo crime e terá de cumprir uma pena de 19 anos de prisão por cumplicidade num homicídio. Mas a oposição informou que ambos foram julgados por razões políticas.

“Informamos ao presidente [Hugo] Chávez e ao secretário-geral da Organização de Estado Americanos [José Miguel Insulza] que a juventude venezuelana vai manter o protesto ao qual chamamos Operação Liberdade e que nas próximas horas tomaremos outras medidas”, disse Saleh.

Na cidade de Maracaibo, a 800 quilômetros de Caracas, mais seis jovens universitários fazem greve de fome pela liberação dos presos políticos. Os manifestantes exigem ainda que a juíza Maria Loudes Afiniu seja absolvida das acusações de corrupção. Os manifestantes ameaçaram radicalizar.
Na semana passada, Insulza manifestou preocupação pela duração da greve de fome e revelou interesse em visitar o país.

No final de 2009, um grupo de 15 jovens estudantes fez uma greve de fome que durou 17 dias. O grupo reivindicava a visita de uma missão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos, organismo que depende da OEA, e que fontes não oficiais informam que não viajam ao país desde 2002.

Na cidade de Méridas, três caminhões com carregamentos de alimento foram hoje (15) incendiados em um protesto organizado por um grupo de encapuçados que se queixam da falta de verbas na Universidade de Los Andes (ULA). Há, ainda, reclamações sobre deficiências no funcionamento da cantina universitária, por alegada falta de recursos.

A situação obrigou os organismos policiais a reforçar as ações para controlar o centro da cidade de Mérida, a 600 quilômetros a sudoeste de Caracas.

Agência Lusa

Última actualización el Sábado, 19 de Febrero de 2011 12:22
 
Blogueira cubana Yoani Sánchez, estreia domingo 13/02 coluna no ''Estado'' PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Domingo, 13 de Febrero de 2011 13:33

- O Estado de S.Paulo

Yoani Sánchez, a jornalista blogueira cubana que desde 2007 desafia o regime de Fidel e Raúl Castro, estreia neste domingo sua coluna no "Estado", que adquiriu o direito de publicação com exclusividade para São Paulo. A coluna terá periodicidade quinzenal.

Yoani, que se formou em filologia pela Universidade de Havana em 2000, já ganhou os prêmios Ortega y Gasset (2008), Maria Mors Cabot (2009) e Príncipe Claus (2010). Detida várias vezes pelo regime cubano e impedida de sair do país para receber as homenagens internacionais, Yoani já foi considerada uma das cem personalidades mais influentes do planeta pela revista americana "Time".

 
CUBA ABRE INSCRIÇÕES PARA ESCOLA DE CINEMA PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Lunes, 21 de Febrero de 2011 15:12

A Coordenação dos Exames de seleção para a EICTV no Brasil comunica a todos que estarão abertas até o dia 11 de março as inscrições para o Processo Seletivo 2011 / 2014. As provas serão aplicadas nos dias 18 e 19 de março, em cinco cidades: Belo Horizonte / MG, Recife / PE, Florianópolis / SC, Goiânia / GO e Belém / PA.

Serão oferecidas sete especializações - Direção, Produção, Roteiro, Fotografia, Som,Documentário e Edição. Cada candidato deverá optar por uma destas especializações.
Do Brasil, serão selecionados de quatro a seis candidatos que irão fazer parte de um grupo de40 estudantes de todo o mundo, principalmente da América Latina. O curso tem duração de3 anos. O início está previsto para setembro de 2011 e término em julho de 2014.
Condições e documentos exigidos:
Os documentos e materiais serão entregues no dia 18/03, antes dos exames escritos.
1) Ter Idade entre 22 e 29 anos (nascidos entre 1981 e 1989).
2) Preencher e enviar por e-mail a ficha de inscrição para a comissão do local onde fará a prova (O candidato deve levar uma cópia impressa, no dia da prova).
3) Apresentar Certificados legais de estudos que demonstrem que concluiu dois anos deestudos sistemáticos, técnicos ou universitários em qualquer carreira. (Apresentar os Títulos ou Diplomas em fotocópias legais).
4) Apresentar seu currículo impresso.
5) Apresentar Carta de motivação, com não menos que 3 laudas, que justifique seu interesseem estudar cinema. No caso de este texto estar escrito em português, o candidato deve apresentar uma cópia em espanhol.
6) Apresentar um Auto-retrato do candidato, em qualquer suporte, técnica ou formato.
7) Apresentar um arquivo pessoal (portfólio), com materiais em cine, vídeo, foto fixa, música, artes gráficas, literatura, teatro, imprensa, e outros, em cuja elaboração haja participado ou desempenhado um papel significativo e criativo, e que seu nome figure nos créditos da mesma.
8) Pagar a taxa de inscrição de 50 reais (o pagamento deve ser efetuado em dinheiro, no dia da prova).
9) Entregar seis fotos, tamanho 10x10cm. Uma das fotos deverá ser afixada no local apropriado da ficha de inscrição.
10) Certificado médico de aptidão física e mental.
Processo de seleção
Cada candidato responderá à 2 provas escritas: uma prova de conhecimentos gerais e uma prova correspondente à especialização que escolheu. Os candidatos aprovados nas provas escritas passarão  por entrevista oral no dia seguinte (19 de março). A comissão julgadora, então, realiza uma pré-seleção indicando os melhores candidatos em cada especialização. Caso haja necessidade, algumas entrevistas serão realizadas no domingo, dia 20 de março. Oscandidatos que tenham vindo de outras cidades terão prioridade, na ordem das entrevistas. Todo o processo é realizado em português. O material e a documentação dos selecionados são enviados, em seguida, para Cuba, para a EICTV. O Conselho Docente da EICTV faz aseleção final. Os nomes dos candidatos selecionados devem ser anunciados na segunda quinzena de junho.
A Prova Específica acontece entre 8h e 11:30h e a Geral, entre 13:30h  e 16:00h, no dia 18 de março.
Matrícula
A matrícula para os três anos tem um custo de cinco mil euros por ano. Forma de pagamento: à vista (em setembro) ou em duas parcelas (setembro e janeiro). Ministério da Cultura, por meio da Secretaria do Audiovisual subsidia parte do valor da matrícula dos alunos brasileiros sendo que o restante pago pelo aluno.
Os estudantes que ingressam no curso regular têm direito a hospedagem em quartos individuais, alimentação, transporte entre Havana e San Antonio de los Baños, assistência médica primária e de emergência, material escolar e produção integral dos trabalhos em cinema e vídeo.
Após o preenchimento, a ficha de inscrição deve ser enviada por e-mail Esta dirección electrónica esta protegida contra spam bots. Necesita activar JavaScript para visualizarla .



Fonte: Ascom

Última actualización el Viernes, 04 de Marzo de 2011 10:19
 
POLICIA POLÍTICA CIBERNÉTICA EM CUBA PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Miércoles, 09 de Febrero de 2011 10:58

Eduardo Fontes.

Um vídeo de 50 minutos, com uma suposta palestra de um policia político, especialista em Internet para funcionários do governo cubano, vem sendo divulgado em sites e blogs que defendem a liberdade de expressão em Cuba. Nele, o policial perito, cuja identidade não é revelada, diz temer que "os Estados Unidos estejam encorajando a dissidência cubana através das mídias sociais como Facebook e Twitter, com o objetivo de derrubar o governo". Até agora não se sabe como o vídeo foi obtido.

O policia especialista também diz que o governo dos EUA está "financiando a criação, em Cuba, de equipamentos de comunicação via satélite para criar pontos secretos de acesso Wi-Fi": “A ideia é criar uma plataforma tecnológica longe do controle das autoridades cubanas, que permita o livre fluxo de comunicação entre os cidadãos cubanos e o mundo”, disse
ele.

O policia palestrante diz que o equipamento via satélite, supostamente fornecido pelos EUA, pretende espalhar a voz de uma nova onda de blogueiros antigoverno, como Yoani Sánchez.

Em Cuba, o acesso à Internet é limitado e o conteúdo é amplamente bloqueado pelo governo.

Fonte: “Toronto Sun”

Última actualización el Sábado, 19 de Febrero de 2011 12:30
 
«InicioPrev681682683684685686687688689690PróximoFin»

Página 689 de 723