La dictadura cubana presenta en televisión a los presuntos "Clandestinos" y dice que EEUU les pagó

El régimen cubano presentó en televisión a los presuntos autores de los ...

El optimismo económico en Brasil aumenta la popularidad de Bolsonaro

La popularidad del presidente de Brasil, Jair Bolsonaro, aumentó a principios de ...

Comienza el Encuentro de movimientos políticos y sociales del Foro de Sao Paulo en Caracas

Este miércoles, comienza el Encuentro mundial de movimientos políticos, liderazgos y movimientos ...

La Unión Europea le expresó su apoyo a Juan Guaidó y pidió elecciones transparentes en Venezuela

La Unión Europea (UE) expresó este miércoles su “firme apoyo” al opositor ...

Reino Unido quer acordo de livre comércio urgente com o Brasil, diz Guedes

DAVOS - O Reino Unido tem interesse em iniciar negociações para um ...

Notícias: Brasil
Prazo legal e reação do Congresso põem plebiscito em xeque PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Miércoles, 03 de Julio de 2013 12:06

Os prazos impostos pelo Tribunal Superior Eleitoral e a resistência imposta pelos líderes do Congresso colocaram em xeque a realização do plebiscito proposto pela presidente Dilma Rousseff para discussão de uma reforma no sistema político brasileiro.


O governo já trabalha com a hipótese de as mudanças só valerem para as eleições de 2016, por falta de tempo para que as novas regras entrem em vigor para as eleições do próximo ano, quando Dilma deve concorrer à reeleição.

 
Reforma política é tema de discussão em Brasília PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Sábado, 29 de Junio de 2013 09:49

Brasília teve uma sexta-feira de reuniões e muita discussão sobre a reforma política e o prazo para aplicação das possíveis mudanças. Parlamentares e juristas debatem se as novas regras poderiam ou não ser aplicadas já nas próximas eleições.

A presidente Dilma recebeu nesta sexta representantes do movimento LGBT - Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais - e também lideranças jovens da sociedade civil. Na saída, integrantes dos movimentos disseram  apoiar o plebiscito para a reforma política.

 
Senado aprova projeto que torna corrupção crime hediondo PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Jueves, 27 de Junio de 2013 09:02

O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (26) o projeto de lei que altera o Código Penal para aumentar a punição para corrupção e tornar esse tipo de delito crime hediondo, considerado de maior gravidade.

O texto aprovado determina que a corrupção ativa (quando é oferecida a um funcionário público vantagem indevida para a prática de determinado ato de ofício) passa ter pena de 4 a 12 anos de reclusão, além de multa – atualmente, a reclusão é de 2 a 12 anos. A mesma punição passa a valer para a corrupção passiva (quando funcionário público solicita ou recebe vantagem indevida em razão da função que ocupa).

 
Entre "amigos": Rússia, Cuba, Venezuela e Equador vão discutir futuro de Snowden PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Martes, 02 de Julio de 2013 12:05




MOSCOU  - Diplomatas da Rússia, Cuba, Venezuela e Equador vão se reunir, na segunda-feira, 1º de julho, para discutir a situação do ex-técnico da CIA Eduard Snowden, informou, nesta sexta, 28, a Câmara Pública da Rússia.


Enquanto isso, Snowden completou seu quinto dia em Moscou, supostamente escondido no aeroporto de Sheremetyevo. Também, hoje, o Parlamento russo fez um convite ao fugitivo americano para colaborar nas investigações do país sobre ações de espionagem dos Estados Unidos a cidadãos russos.

Última actualización el Martes, 02 de Julio de 2013 12:14
 
Aliados da presidenta querem o "fim da re-eleição" presidencial PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Viernes, 28 de Junio de 2013 10:28

A presidente Dilma Rousseff definiu que enviará ao Congresso uma mensagem de no máximo cinco pontos sugerindo a realização de um plebiscito para nortear a elaboração de uma reforma política, mas seus aliados querem acrescentar mais questões, como o fim da reeleição.

Depois de três reuniões com presidentes de partidos e aliados da Câmara e do Senado, Dilma conseguiu o apoio da maioria de sua base para sua ideia de plebiscito, mas foi avisada de que a proposta de fazer poucas perguntas pode não vingar e que nem todas as regras podem valer para a eleição de 2014.

 
«InicioPrev12345678910PróximoFin»

Página 7 de 800