"No me voy, no me conocen. Yo me muero aquí", dijo Otero Alcántara ante presiones para su destierro

La Seguridad del Estado ha estado presionando a familiares cercanos, amigos y ...

Gabriel Boric anunció su nuevo gabinete en Chile: mujeres, un guiño al mercado y la nieta de Allende

El presidente electo de Chile, Gabriel Boric, nombró este viernes al expresidente ...

El Comité contra las Desapariciones Forzadas de la ONU pidió explicaciones a Cuba por lo sucedido tr

El Comité contra las Desapariciones Forzadas de Naciones Unidas ha instado a ...

Rusia condiciona su invasión a Ucrania y da un plazo de una semana a Estados Unidos y sus aliados

El ministro de Asuntos Exteriores ruso, Serguéi Lavrov, dijo este viernes que ...

Ciro lança campanha presidencial inspirada em Brizola

O político gaúcho Leonel Brizola, fundador do PDT, completaria 100 anos de ...

Moro cita manobra, aliados de Lula comemoram e opositores criticam decisão PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Martes, 07 de Diciembre de 2021 22:02

Após o Ministério Público Federal (MPF) reconhecer a prescrição do processo envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no caso do tríplex do Guarujá, políticos se manifestaram nesta terça-feira (7) sobre a decisão.

Moro cita manobra, aliados de Lula comemoram e opositores criticam decisão  | CNN Brasil

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos) afirmou que “manobras jurídicas enterraram de vez” o caso do tríplex do Guarujá. “Manobras jurídicas enterraram de vez o caso do Tríplex de Lula, acusado na Lava Jato. Crimes de corrupção deveriam ser imprescritíveis, pois o dano causado à sociedade, que morre por falta de saúde adequada, que não avança na educação, jamais poderá ser reparado”, escreveu em uma rede social.

 

No Twitter, o ex-procurador Deltan Dallagnol disse que o pedido de arquivamento “não tem como fundamento um suposto conluio que jamais foi reconhecido por qualquer tribunal do país, mas sim a prescrição dos crimes em razão da demora da Justiça e da idade do ex-presidente”.

 

Ex-presidente do partido Novo, João Amoêdo classificou a decisão do MPF como uma “impunidade” que “venceu na Justiça”. “A impunidade venceu na Justiça. Não podemos deixar que também vença nas urnas em 2022”, disse.

Já o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) citou “impunidade” pelas redes sociais. “Infelizmente, a impunidade teve mais uma vitória no Brasil. O MPF reconheceu a prescrição do caso do tríplex do Lula. Isso não significa que foi inocentado, apenas que acabou o prazo para julgar esse crime”, afirmou.

Aliados do ex-presidente comemoraram a decisão que arquivou o caso, classificando o arquivamento como uma vitória do petista.

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) classificou o caso como “fake do tríplex”. “E os danos morais contra o Lula com essa fake do triplex? E o que fizeram com Dona Marisa [ex-mulher de Lula, morta em fevereiro de 2017]? Quem apaga o sofrimento?”, concluiu.

Já o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) afirmou que “a mentira de Moro e Dallagnol (ex-procurador e chefe da Lava Jato) caiu por terra”.

“Lula vence mais uma na justiça e MPF reconhece prescrição do caso do triplex. A mentira de Moro e Dallagnol definitivamente cai por terra”.

Arquivamento do caso do tríplex

A Procuradoria da República no Distrito Federal se manifestou na segunda-feira (6) pelo arquivamento do caso do tríplex do Guarujá, que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de 76 anos.

O Ministério Público apontou prescrição dos crimes que teriam sido cometidos pelo ex-presidente. A procuradora Marcia Brandão Zollinger apontou a extinção da punição do ex-presidente sobre os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Essa decisão inviabiliza a apresentação de uma nova denúncia.

“Quanto às imputações relacionadas ao pagamento de reforma, ocultação e dissimulação da titularidade do apartamento 164-A, triplex, e do beneficiário das reformas realizadas, verifica-se a ocorrência da extinção da punibilidade pela prescrição da pretensão punitiva estatal relativamente aos investigados septuagenários, quais sejam Luiz Inácio Lula da Silva (nascido em 06/10/1945), José Adelmário Pinheiro Filho (nascido em 29/09/1951) e Agenor Franklin Magalhães Medeiros (nascido em 08/06/1948)”, afirma o documento do Ministério Público.

 

CNN BRASIL

Última actualización el Sábado, 11 de Diciembre de 2021 21:07
 

Add comment


Security code
Refresh

¿Por qué el régimen realizó en diciembre

Indicado en la materia

Por LUCÍA ALFONSO MIRABAL.-  Tras mantener a cientos de cubanos presos durante meses, el régimen se enfrascó en un maratón de juicios en diciembre, no solo contra manifestantes del 11J, sino contra cu...

'El Libro Prohibido'

Indicado en la materia

Por ARIEL HIDALGO.- Tengo el placer de dar la primicia a 14ymedio de mi nuevo libro cuyo título se adelanta a su destino: El Libro Prohibido, publicado en Amazon, inicialmente, en formato digital, co...

Fachada y no derechos: el cronograma leg

Indicado en la materia

Por LUCÍA ALFONSO MIRABAL.-  Si alguna norma de las previstas dentro del cronograma legislativo parece haberse convertido en un estorbo para el régimen, que concibió dicho calendario según sus propios intereses, es ...

2022: ¡Viva Cuba Libre!

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  La demostrada disposición de pueblo de la isla para enfrentar las injusticias “revolucionarias”, la división interna al seno de la dictadura y la presión externa del exilio mi...

2022: Cuba castrista otra vez en el leta

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  El año 2022 a su vez viene cargado con dos probables hechos trascendentes: el desenlace final con la enfermedad de Raúl Castro por un lado, y la po...

Cuba: El 15 N en contexto

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  Hay mucho rechazo al interior del ejército cubano por la actuación desfachatada y sin control de la policía política contra jóvenes manifestantes pacíficos. Hay rechazo al interior de...

Reaparecen Carlos Lage y Raúl Castro: Cu

Indicado en la materia

  Por Jorge Hernández Fonseca.-  Analistas del panorama político cubano se han apresurado a prever que Lage ha sido llamado por Raúl Castro para sustituir a Díaz Canel, sometido actualmente a un ...