Las nuevas medidas de Trump podrían disminuir en un 35% los ingresos por turismo del Estado cubano

Tras el anuncio de las nuevas medidas adoptadas por el Gobierno de Donald Tr...

La paz en jaque: a 4 años de la firma del acuerdo con las FARC, Colombia vive una nueva ola de sangr

Este sábado se cumplen cuatro años de la primera firma de la ...

Desesperados por la falta de gas y luz, manifestantes venezolanos tomaron e incendiaron la alcaldía

El municipio de Bruzual, en el estado Yaracuy, se transformó en una ...

Otro gobierno Europeo designó a Hezbollah como organización terrorista global y el grupo transita el

Desde Belgrado, el presidente Aleksander Vučić, se refirio a la medida como ...

Dona de casa vai à Justiça por auxílio emergencial de US$ 1 mil, citado por Bolsonaro na ONU, em vez

O presidente Jair Bolsonaro recebeu alta do Hospital Albert Einstein, em São Pa...

Bolsonaro anuncia missão de ajuda ao Líbano e convida ex-presidente Temer para chefia PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Domingo, 09 de Agosto de 2020 19:58

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã deste domingo (9) uma missão de ajuda do governo brasileiro ao Líbano, cuja capital, Beirute, foi atingida por uma forte explosão na semana passada, que deixou mais de 150 mortos e 3 mil feridos.

Bolsonaro anuncia ajuda ao Líbano e convida ex-presidente Temer ...

O anúncio foi feito durante uma videoconferência internacional, transmitida pelas redes sociais de Bolsonaro, e que contou com a participação de outros chefes de estado, entre eles os presidentes do Líbano, Michel Aoun, da França, Emmanuel Macron, e dos EUA, Donald Trump.

 

 

Bolsonaro disse ainda que convidou para chefiar a missão brasileira que irá a Beirute o ex-presidente Michel Temer, que é filho de libaneses.

Em nota divulgada à imprensa mais tarde neste domingo, Temer disse estar honrado com o convite feito por Bolsonaro para chefiar a missão humanitária do Brasil no Líbano.

"Quando o ato for publicado no Diário Oficial serão tomadas as medidas necessárias para viabilizar a tarefa", diz a nota.

Silo ficou destruído em explosão no porto de Beirute, no Líbano  — Foto: Hussein Malla/AP

Silo ficou destruído em explosão no porto de Beirute, no Líbano — Foto: Hussein Malla/AP

"Nos próximos dias partirá do Brasil rumo ao Líbano uma aeronave da Força Aérea Brasileira, com medicamentos e insumos básicos de saúde, reunidos pela comunidade libanesa radicada no Brasil. Também estamos preparando o envio, por via marítima, de 4 mil toneladas de arroz para atenuar as consequências das perdas de estoque de cereais destruídos na explosão", disse Bolsonaro durante a videoconferência.

"Estamos acertando com o governo libanês o envio de uma equipe técnica multidisciplinar para colaborar na realização da perícia da explosão. Convidei como meu enviado especial e chefe dessa missão o senhor Michel temer, filho de libaneses e ex-presidente do Brasil", finalizou Bolsonaro.

A explosão aconteceu no dia 4 de agosto, após incêndio que atingiu um armazém no porto de Beirute contendo 2.750 toneladas de nitrato de amônio. Ela devastou bairros inteiros, deixando mais de 300.000 pessoas desabrigadas.

De acordo com o primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, o nitrato de amônio estava estocado no local há seis anos "sem medidas preventivas".

Na sexta (7), porém, presidente do Líbano, Michel Aoun, afirmou que uma investigação vai ser feita para determinar se a explosão no armazém foi causada por negligência, acidente ou uma possível interferência externa.

Em sua breve intervenção na conferência, Bolsonaro também prestou condolências às famílias das vítimas, feridos e desabrigados e lembrou da história da comunidade libanesa no Brasil.

"O Brasil é lar da maior diáspora libanesa do mundo. Dez milhões de brasileiros de ascendência libanesa formam uma comunidade trabalhadora, dinâmica e participativa, que contribui de forma inestimável para o nosso país", afirmou Bolsonaro.

Presidente do Líbano

Michel Aoun afirmou que se comprometeu a fazer reformas no estado libanês e combater a corrupção. Segundo ele, uma auditoria forense internacional vai se debruçar sobre todas as instituições do país.

"Comprometi-me diante da Justiça, porque somente a Justiça pode oferecer conforto às vítimas. Ninguém está acima da lei e toda pessoa cuja participação for comprovada será responsabilizada em conformidade com a legislação libanesa vigente. Também me comprometi a combater a corrupção e empreender reformas", declarou.

"Caros amigos, não é essa a primeira vez que Beirute é demolida, mas o fato é que cada vez a cidade consegue se reerguer das cinzas. Desta vez também tenho fé, confio que nossa Beirute há de erguer de novo. Sim, Beirute há de se erguer, o que ajudará e contribuirá para o bem estar do povo de todo o Líbano", afirmou o presidente.

Já o presidente dos EUA, Donald Trump, pediu investigações para determinar o que de fato aconteceu no porto libanês e lembrou os bilhões de dólares aplicados pelos americanos no país ao longo dos anos.

"Estamos empenhados em ajudá-los a sair e se erguerem dessa situação horrível. Estaremos presentes em apoio", afirmou Trump. "Precisamos fazer algo, fazer algo rapidamente e descobrir o que aconteceu", disse o presidente americano.

 

G1 GLOBO

Última actualización el Jueves, 13 de Agosto de 2020 04:48
 

Add comment


Security code
Refresh

Contrario a lo prometido por la dictadur

Indicado en la materia

Por JORGE ENRIQUE RODRÍGUEZ.- La promesa del régimen de que las recaudaciones en las tiendas para venta exclusiva en Moneda Libremente Convertible (MLC) servirían para surtir y abastecer a las redes de me...

Deporte en tiempos de pandemia

Indicado en la materia

Por FRANCISCO ALMAGRO DOMÍNGUEZ.- Un amigo cercano me cuenta su desencanto con el deporte. Vive en Miami y había seguido a los Marlins y al Heat durante años. Ahora que los equipos de...

La crisis turística de Cuba solo se pued

Indicado en la materia

Por Elias Amor.-  El sector turístico de la economía cubana se enfrenta a la que puede ser la peor temporada alta de la historia. Un ejercicio desastroso en este último tramo de...

La élite teme una explosión social

Indicado en la materia

Por ARTURO MARTINEZ.- Es casi increíble que el pueblo de Cuba pueda sobrevivir en estos días de empeoramiento del panorama económico, político y social, sumado a la pandemia de covid-19 que es...

El castrismo en crisis terminal y la opo

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  Para una potencia mundial --como lo es Estados Unidos-- cuyos intereses aprecian para Cuba su estabilidad por encima de otra cualidad (incluso la democracia) la negociación con un g...

Elecciones en los Estados Unidos: ¿Trump

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  De manera poco usual en los Estados Unidos, la elección presidencial de este 2020 se ha tornado mucho más antagónicamente excluyente que de costumbre. Los partidarios de ...

Cuba castrista y su dependencia actual d

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  Para los cubanos que vivimos en EUA con derecho al voto las alternativas están dadas: O votamos demócrata y le damos este respiro a la dictadura cubana, ba...