Exiliados cubanos preparan boicot de productos españoles por la visita real a Cuba

Varias decenas de exiliados cubanos protestaron este miércoles frente al Consulado General ...

Chile se hunde en el caos mientras el vandalismo se impone en las protestas

El presidente de Chile, Sebastián Piñera, hizo un llamamiento para un acuerdo nacional sobre ...

La presidenta interina de Bolivia nombró nueva cúpula militar y los primeros 11 ministros

La flamante presidenta interina de Bolivia, Jeanine Áñez, designó este miércoles a ...

Estados Unidos, sobre la fuga del ministro chavista Hugo Carvajal: “Es una gran vergüenza para Españ

Estados Unidos consideró el miércoles “una gran vergüenza” para España la fuga ...

Bolsonaro diz a líderes do Brics que quer ampliar negócios com países do grupo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (13) aos líderes do Brics ...

General Santos Cruz é demitido por Jair Bolsonaro após conflitos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Jueves, 13 de Junio de 2019 23:08

O Secretário Geral da Presidência da República, general Carlos Alberto Santos Cruz, foi demitido do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Essa é a primeira baixa de um militar do governo. A saída do ministro foi discutida na tarde desta quinta-feira (13/06/2019) com o Presidente. Segundo informações de fontes palacianas, ele não pediu para sair, foi decisão partiu do presidente. A informação foi transmitida pelo general a seus assessores mais próximos. O motivo está ligado ao maior controle que o general vinha exercendo sobre áreas vitais do Governo e que eram criticadas em outras administrações, como os contratos da Secretaria de Comunicação (Secom) e a gestão da EBC.

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Santos Cruz é o terceiro ministro a deixar a gestão Bolsonaro, após as demissões do secretário-geral, Gustavo Bebianno, e do ex-ministro da Educação, Ricardo Vélez RodríguezA principal razão, para além dos conflitos que ele teve com o guru bolsonarista, o escritor Olavo de Carvalho, e com os filhos do presidente, teve a ver com os problemas de relacionamento que ele vinha tendo com o novo secretário da Secom, Fabio Wejngarten, que não quis se subordinar às diretrizes e normas estabelecidas pelo general para ter maior controle sobre as atividades e ações.

 

 

Na tarde desta quinta, porém, em audiência na Câmara dos deputados, ele foi bastante elogiado pelos parlamentares. O relacionamento com o Congresso era parte das suas atribuições.

Desde sua entrada no atual governo, o secretário se envolveu em uma série de crises com outros rostos que influenciam o Planalto. Entre eles, o guru presidencial, Olavo de Carvalho, e o deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Além do filho do chefe do Executivo e vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSL).

Na tarde desta quinta, porém, em audiência na Câmara dos deputados, ele foi bastante elogiado pelos parlamentares. O relacionamento com o Congresso era parte das suas atribuições.

Desde sua entrada no atual governo, o secretário se envolveu em uma série de crises com outros rostos que influenciam o Planalto. Entre eles, o guru presidencial, Olavo de Carvalho, e o deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Além do filho do chefe do Executivo e vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSL).

O guru bolsonarista chegou a convocar uma hashtag pelo Twitter pedindo a exoneração do ex-ministro Santos Cruz, que ficou entre as mais compartilhadas da rede. No mesmo dia, o general disse que Olavo é um “desocupado esquizofrênico”. Na ocasião, o presidente Bolsonaro assumiu um lado na briga e defendeu Olavo.

Pelo Twitter, Feliciano disse que “Santos Cruz é um infiltrado que trabalha para destruir a revolução conservadora”. Na época, ele ainda compartilhou a hashtag #ForaSantosCruz. O parlamentar criticou o fato de o general defender o controle das redes sociais.

Após uma intensa troca de farpas, porém, Feliciano disse que os dois fumaram o “cachimbo da paz”. A aproximação dos dois teria ocorrido logo após a viagem até Dallas (EUA), na comitiva presidencial.

“Ele foi muito humilde, fez um estudo imenso para me mostrar e me fez compreender que ele pensa o Brasil de Bolsonaro”, disse o deputado, completando que só um pedido foi feito ao general: “Os evangélicos só querem que ele proteja a família tradicional”.


Última actualización el Miércoles, 19 de Junio de 2019 23:05
 

Add comment


Security code
Refresh

El regreso del kirchnerismo, malo para A

Indicado en la materia

Por ROBERTO ÁLVAREZ QUIÑONES.-  El regreso del kirchnerismo al poder, decidido en las urnas el 27 de octubre, es una vergüenza para Argentina. El pueblo de dicho país es educado, uno de los má...

Contra las disculpas del miedo

Indicado en la materia

Por ANDRÉS REYNALDO.-  Como otros jóvenes con inquietudes intelectuales en La Habana Vieja de los años 60 y 70, conocí a José Lezama Lima y a Virgilio Piñera. Las diferencias de edad,  prestigio y ...

La nueva medida del Gobierno cubano será

Indicado en la materia

Por DIMAS CASTELLANOS.- La medida anunciada por el Gobierno el 15 de octubre, con el objetivo declarado de captar las divisas para la industrialización, tiene como objetivo velado —aunque mal disimulado— eliminar al...

Los comunistas querían destruir a Chile

Indicado en la materia

Por CARLOS A. MONTANER.- Dice Andrés Oppenheimer, el primer analista de la realidad latinoamericana en Estados Unidos, que los motines callejeros chilenos son la expresión de la revuelta de una sociedad ...

Latinoamérica bajo ataque. ¿Hasta cuándo

Indicado en la materia

  Por Jorge Hernández Fonseca.-  Estados Unidos y el Primer Mundo en general no van a intervenir en Nuestra Región para resolvernos los problemas. Sus bancos ganan mucho prestando dinero para solucionar ...

A 30 años del desplome del Muro de Berlí

Indicado en la materia

Por Vicente Echerri.-  No puedo creer que hayan pasado 30 años desde que derribaran el Muro de Berlín que daría paso al derrumbe del mundo comunista en Europa Oriental y en la...

Las etapas probables del Futuro de Cuba

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.- Mañana 10 de Octubre no sucederá nada importante para el país. Lo importante vendrá con la desaparición física del último Castro Ruz al frente de los dest...