Biden y la futura política de Estados Unidos hacia Cuba, Por Jorge Hernández Fonseca

Vivimos en EUA aquellos millones de cubano-americanos tomados como ejemplo por el ...

A los pies del Cristo Redentor, Brasil comenzó la campaña de vacunación contra el coronavirus

El gobierno de Brasil adelantó para este lunes el lanzamiento de su ...

El régimen de Maduro emitió una orden de captura contra dos directivos de Citgo designados por Guaid

El régimen de Nicolás Maduro emitió una orden de captura contra dos ...

Cuáles son los principales objetivos de Joe Biden para los primeros 100 días de su presidencia

A dos días de que Joe Biden tome posesión como presidente de ...

Butantan pede à China agilidade na liberação de insumos para novas doses da CoronaVac

O Instituto Butantan pediu ao governo chinês agilidade na liberação de insumos ...

Papa chega ao Rio de Janeiro nesta tarde para "aproximar cristãos e Igreja" PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Lunes, 22 de Julio de 2013 11:31

O papa Francisco chega ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira, às 16 horas, no Aeroporto Internacional Tom Jobim-Galeão.

Líder da Igreja Católica, o pontífice participa nesta semana da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) , realizada na capital fluminense até domingo (28). Ao chegar para o primeiro compromisso no exterior, Francisco será recepcionado pela presidente Dilma Rousseff e comitiva. Dilma irá presentear Francisco com a escultura Frade Lendo, de autoria do artista paranaense João Turin, nos anos 1940.

Acompanhe a cobertura completa no Último Segundo.

Leia também:
Saiba mais no especial da Jornada Mundia da Juventude
Semana da Jornada Mundial da Juventude será de frio, prevê Inmet
Veja como será o dia a dia do papa Francisco na JMJ 2013

Público observa a montagem do palco que receberá o papa Francisco na praia de Copacabana, no Rio. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/Newscom
1/31
A visita do líder é esperada com ansiedade pela comunidade católica e pela imprensa internacional já que representa a oficialização da nova postura da Igreja, que desde março passou a ser liderada por um papa jesuíta . "Como representante de Pedro, o bispo de Roma, Francisco vem ao Brasil para derrubar o vidro blindado que havia entre cristãos e Igreja", diz o padre Helmo César Faccioli, de 64 anos, administrador da paróquia Imaculado Coração de Maria, em São Paulo.

Mudança em roteiro do Papa inclui passeio em carro aberto na segunda no Rio

Após ser recepcionado no aeroporto, Francisco fará um passeio pelo centro do Rio, em jipe aberto, antes de seguir para o Palácio Guanabara, em Laranjeiras (zona sul), sede do governo do Estado, onde será recebido por Dilma e outras autoridades. O trajeto em carro aberto deve durar no máximo meia hora, entre 17h e 17h30. Confira a programação completa da vista do papa aqui .

Jornada Mundial da Juventude

Na terça, pela manhã, começa a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Com o lema “Ide e fazei discípulos entre todas as nações”, com base no texto do livro de Mateus, o evento deve receber dois milhões de católicos em Copacabana, zona sul do Rio, e Guaratiba, zona oeste.

Reuters
Papa Francisco abençoa os fiéis na residência de verão em Castel Gandolfo, em Roma

Para o historiador Roberto Coelho Barreiro Filho, de 55 anos, a JMJ foi uma “grata coincidência” e irá marcar o papado de Francisco, o chamado papa do povo. Segundo ele, a Igreja Católica deve oficializar sua nova postura no Rio de Janeiro durante o evento. “Como já dispensou o papamóvel blindado, não me surpreenderia se ele descesse do papamóvel e fosse ‘para a galera’ durante a entrada oficial. Ele é o povo.”

Com tom missionário, a Jornada ocorre a cada dois ou três anos e tem o objetivo de reafirmar o compromisso de jovens com a Igreja, garantindo uma nova geração católica. “A juventude constitui uma grande parte da esperança da igreja e do mundo. São os responsáveis por transmitirem a fé para outa geração e dar continuidade ao compromisso da Igreja”, reforçou o padre Faccioli que enviou 30 jovens de sua igreja para o evento.

Preparativos de segurança

A primeira visita oficial de Francisco também será a primeira vez que um papa circulará fora de Roma no jipe aberto em mais de 30 anos. Os 16 trajetos do papamóvel aberto durante a Jornada terão durações diferentes. Para evitar contratempos na visita do papa ao Rio, 14 mil agentes que farão a segurança do pontífice , incluindo polícias e as Forças Armadas. Os agentes destacados irão realizar patrulhamento por terra, mar e ar, força-tarefa centralizada no Centro de Controle Tático Integrado (CCTI), que reunirá representantes de todas as forças de segurança no Comando Militar do Leste, no Centro.

O decreto de Garantia da Lei e da Ordem, da Presidência da República, permitirá a atuação de militares com poder de polícia na região onde ocorre a JMJ. Para os demais eventos na cidade, no entanto, as Forças Armadas só poderão agir de forma preventiva. Nos outros compromissos do papa, os militares só vão acompanhá-lo se a presidente Dilma Rousseff estiver presente.

Os militares dizem que irão atuar na defesa de área (controle do espaço aéreo, contra terrorismo, guerra cibernética, entre outros). Os responsáveis pela segurança cibernética irão monitorar hackers para evitar que invadam o sistema de segurança da JMJ.

A preocupação maior da segurança é com os dias 27 e 28 — as duas datas mais importantes da Jornada —, quando 2,5 milhões de pessoas estarão em Guaratiba para a vigília e a missa que será celebrada por Francisco, encerrando a JMJ.

Ontem, uma nova programação foi incluída na agenda do papa: o pontífice terá um encontro com os argentinos que estão na cidade para a JMJ. Será na quinta-feira (25), no Terreirão do Samba, na Praça Onze, centro da cidade. O local, que comporta 15 mil pessoas, fica ao lado do Sambódromo e recebe shows populares.

Leia mais:

“Francisco é o cara que abre portas”, diz professor sobre perfil jesuíta do papa
‘Francisco será lembrado como o papa Robin Hood’, diz especialista em Vaticano
Ordem do papa, jesuítas são conhecidos pelo desapego material e por dialogar

Somente para Guaratiba, no último dia da jornada, serão mobilizados 7 mil militares. Os quatrocentos que ficarão nas proximidades do altar usarão trajes civis, a pedido do Vaticano. Dentro do Campus Fidei, eles não portarão nenhum tipo de arma. Nos pontos de acesso ao local, entretanto, as armas serão permitidas.

Missa em Aparecida

Na quarta-feira (24), o papa Francisco irá para a cidade de Aparecida, no interior de São Paulo, sede da Basílica Nacional e destino dos devotos de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. São esperadas 200 mil pessoas na cidade. Nas ruas escolhidas para o trajeto, lombadas e obstáculos foram retirados para facilitar a passagem do papa móvel.

Ao chegar ao Santuário Nacional, Francisco irá primeiro para a Capela Reservada onde pediu para passar um momento a sós com a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Em seguida, ele se prepara para celebrar a missa tão esperada pelos fiéis. De lembrança da visita, o papa receberá uma réplica em madeira da imagem original de Nossa Senhora Aparecida, com pedestal de prata. O manto que será usado pela imagem foi feita em veludo e bordadas com pequenos cristais, feitos pelas Irmãs Carmelitas de Aparecida, na última semana.

 

Add comment


Security code
Refresh

Eso de culpar al 'bloqueo' ya no encuent

Indicado en la materia

Por Juan Antonio Blanco.- Un pilar esencial para la credibilidad y sostenimiento del régimen totalitario cubano ha sido la promoción de falsas narrativas para consumo nacional e internacional. Pero hay crecientes evidencias de qu...

Invertir en Cuba

Indicado en la materia

Por MANUEL HERNÁNDEZ.-  El habanero Manuel Hernández es el ganador del primer premio del concurso Empresario Cubano, organizado por el Observatorio Cubano de Conflictos y Apretaste! El certamen consistía en aconsejar a un...

Las dictaduras castrochavistas buscan ca

Indicado en la materia

Por Carlos Sánchez Berzain.- El siglo XXI en las Américas esta marcado por la recreación del castrismo convertido en castrochavismo, para la de agresión a las democracias y la simulación política de...

La 'Tarea Ordenamiento' desincentiva la

Indicado en la materia

Por RAFAELA CRUZ.-  La agricultura es un sector capital de la nación cubana por lo que representa para el millón de personas que en ella labora y lo que implica para los 11 mi...

La tormenta perfecta: San Isidro más la

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  No es posible un ordenamiento monetario sin oferta de bienes o servicios. La validez de cualquier moneda se decide en el mercado, no en un escritorio burocrático. A ...

El “Isidrazo” y la crisis de legitimidad

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  En medio de semejante escenario degradante, un grupo de jóvenes artistas de un barrio marginal habanero, muchachos sin camisa y con gorra de peloteros, le plantan cara al...

San Isidro: Acabar con el ninguneo del g

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  En la carta que el “Movimiento 27N” ha hecho llegar a los medios de comunicación, se aclara que la discusión no es sobre “cultura” es sobre “libertad po...