"Periodo coyuntural" en Cuba: Llegó el barco de Díaz-Canel pero "no es suficiente" para paliar el av

Miguel Díaz-Canel declaró este fin de semana en Matanzas el paso a un ...

Ortega prohíbe entrar a Nicaragua a una comisión de la OEA

Nicaragua prohibió este sábado el ingreso de siete diplomáticos que buscaban impulsar ...

Juan Guaidó anuncia que abandona el diálogo con el régimen de Maduro

El jefe del Parlamento de Venezuela, Juan Guaidó, a quien más de ...

Donald Trump dijo que EEUU está listo para responder al ataque contra las refinerías de Arabia Saudi

Un feroz ataque de rebeldes hutíes apoyados por Irán contra refinerías petroleras ...

Espanha nega extradição do ex-general venezuelano Hugo Carvajal

O Tribunal Superior da Espanha negou nesta segunda-feira (16) a extradição para ...

CHANCELER RUSSO VISITA CUBA PARA REATAR A PARCERIA ESTRATÉGICA PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Viernes, 12 de Febrero de 2010 19:12

O presidente cubano, general Raúl Castro, se reuniu hoje em Havana com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, com quem discutiu as relações bilaterais e o cenário internacional, informou a imprensa.

Raúl Castro solicitou a Lavrov transmitir uma saudação ao presidente russo, Dmitri Medvedev, e ao primeiro-ministro russo, Vladimir Putin. Castro também ratificou "a vontade de continuar fortalecendo as já sólidas relações em todos os âmbitos, particularmente no econômico".

Raúl Castro reúne-se com chanceler russo em Havana

De Agencia EFE – Há 8 horas

Havana, 12 fev (EFE).- "O diálogo cordial permitiu constatar mais uma vez o bom estado das relações bilaterais", afirmou uma nota da edição digital do diário oficial "Juventud Rebelde".

Além disso, a nota ressalta que as relações entre os dois países receberam "um notável impulso" com as visitas oficiais de Medvedev a Cuba, em novembro de 2008, e de Castro à Rússia, em janeiro do ano passado.

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, e o embaixador russo em Havana, Mikhail Kamynin, estiveram presentes durante a reunião, na qual também se trataram temas relacionados com a situação internacional atual.

Lavrov chegou a Cuba na quinta-feira passada para uma visita de trabalho de três dias, durante a qual presidiu uma reunião de consultas políticas entre as chancelarias, assinou três acordos conjuntos e inaugurou a 19ª Feira Internacional do Livro de Havana, que este ano homenageia a Rússia.

O último compromisso na ilha caribenha é uma visita ao balneário de Varadero, de onde deve partir para a Nicarágua amanhã para continuar uma viagem pela América Latina que também inclui a Guatemala e o México.

A presença de Lavrov em Havana dá sequência às frequentes visitas realizadas por funcionários de alto escalão do Governo russo nos últimos dois anos, nos quais o vice-primeiro-ministro, Igor Sechin, esteve na ilha pelo menos em cinco ocasiões, e Medveved uma.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, chegou nesta manhã a Cuba, onde se reunirá ainda hoje com o chanceler local, Bruno Rodríguez Parrilla, segundo a Rádio Rebelde.


CHACELER RUSO EM HAVANA

HAVANA, 11 FEV (ANSA) -O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, chegou nesta manhã a Cuba, onde se reunirá ainda hoje com o chanceler local, Bruno Rodríguez Parrilla, segundo a Rádio Rebelde.

O diplomata lidera uma delegação russa que permanecerá na ilha até o próximo sábado. O grupo irá participar de uma série de eventos relacionados à XIX Feira Internacional do Livro de Havana, já que a Rússia é a convidada de honra desta edição do festival.

Entre os eventos, destaca-se a exibição do Balé Bolshoi, no teatro Karl Marx, localizado na capital cubana, no próximo dia 13. Será o primeiro espetáculo da companhia em Cuba em 30 anos, segundo informou o jornal Granma.
A viagem do chanceler russo à ilha, a segunda desde que ocupa este cargo, tem o intuito de marcar a renovação das relações entre os dois países.
Rússia e Cuba são nações próximas há décadas, sendo que eram alinhados durante a Guerra Fria. A imprensa cubana especula que Lavrov e Parrilla irão discutir a assinatura de novos acordos bilaterais, além de analisar questões da agenda internacional. (ANSA)

Última actualización el Sábado, 13 de Febrero de 2010 10:46
 

Add comment


Security code
Refresh

Hombre mirando al Norte

Indicado en la materia

Por ANDRÉS REYNALDO.-  Hace apenas un mes murió la filósofa húngara Agnes Heller. Fue por uno de esos laberintos intelectuales que recorríamos los jóvenes de La Habana Vieja en la década de...

Jugando con las estadísticas oficiales:

Indicado en la materia

Por Elías Amor Bravo.-  El pasado mes de julio, la secretaria de CEPAL, doña Alicia Bárcena, presentó el Estudio Económico de América Latina y el Caribe 2019, un interesante informe realizado por ...

Una gorra para Fernando

Indicado en la materia

Por ANDRÉS REYNALDO.- Fernando Hechavarría debió haberse puesto una gorra. Usted se entierra la gorra hasta las cejas, mete la cabeza entre los hombros, agrega unos espejuelos oscuros y pasa de...

¿Podría Cuba ayudar a democratizar Venez

Indicado en la materia

Por ANDRÉS CAÑIZALEZ.-  Que Cuba juega un papel muy relevante en el devenir de Venezuela no parece ser un asunto en discusión. La pregunta es si Cuba, un régimen de partido único y ...

Un grave problema socialista: Jerarquiza

Indicado en la materia

  Por Jorge Hernández Fonseca.-  No hay un solo postulado socialista de como producir bienes y servicios. Se basan en preceptos de tipo hipócritamente “moral” para, por la fuerza, obligar a las ...

Por qué fracasan las conversaciones Madu

Indicado en la materia

  Por Jorge Hernández Fonseca.-  En la Venezuela de hoy, hay dos posibilidades: 1) Negociar con Cuba. EUA, el Grupo de Lima y Europa negociar con la Habana. 2) Organizar una fuerza ...

La mano de Cuba en las conversaciones ve

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  Desde las fallidas negociaciones de la oposición venezolana con altos mandos de la dictadura madurista, ya se vio más o menos claro que los planes de la Ha...